Pin TPO Vida Real: dicas do País Basco por Duda

7 maio, 2018
Autor: Redação

Convidamos a Maria Eduarda Dobbin, mais conhecida como Duda, para compartilhar com a gente suas dicas de viagem pelo País Basco, onde esteve com seu namorado, Antonio Pedro Almendra, para uma experiência romântica, divertida e aventureira.

Continue lendo para saber o que vale a pena, onde ir, o que comer e onde se hospedar no País Basco.

TÁ POR ONDE – O que te inspira e te move na busca de novos destinos e viagens?

DUDA DOBBIN – Conhecer lugares novos me move e me faz sentir tão bem comigo mesma que sempre tenho uma viagem programada. Amo conhecer pessoas, lugares, culturas, mudar meu dia-a-dia e viver em lugares diferentes. Amo buscar lugares diferentes para desfrutar ao máximo e viver intensamente essa oportunidade. Isso me inspira para viajar sempre que eu posso.

TPO – Qual foi o melhor conselho que já recebeu sobre viagens?

DD – O melhor conselho que já recebi até hoje foi da minha mãe. Um dia, ela me disse assim: “Duda, o melhor dinheiro gasto na vida, com certeza, é com viagens. Então, curta cada oportunidade que a vida lhe dê para conhecer lugares novos.” E eu sigo ao pé da letra, CURTO muito cada viagem e estou sempre pensando num lugar novo para conhecer.

TPO – Depois de já ter conhecido e desbravado alguns destinos, o que ainda te assusta? 

DD – Nunca tive uma experiência ruim fora do país e, até mesmo aqui no Brasil, sempre correu tudo bem. Meu medo sempre é com o dinheiro e os documentos. Guardo sempre tudo comigo e quando chego no hotel, coloco tudo no cofre para não correr o risco de perder ou de ser furtada. Sou super organiza e gosto de ter tudo sob controle de forma arrumada e no seu devido lugar. Tenho muita atenção no aeroporto, pois é um lugar em que, normalmente, a pessoa já relaxa e se sente de férias.

TPO – Playlist da Trip

D – Nós amamos música! Nessa trip ficamos viciados em The Police. Passamos horas e horas dirigindo pelas estradas da França e Espanha ao som da banda ?.

TPO – O que não pode faltar nessa mala?

DD – Naquela região venta demais. Então, aquele corta-vento é fundamental e também não pode faltar um tênis bem confortável.

TPO – Como você chegou lá? 

DD – Saímos de São Paulo (Guarulhos) para Paris em um voo da Air France. Pousamos no CDG de manhã cedinho e já pegamos a conexão para Biarritz. Ao chegar em Biarritz, alugamos um carro e fomos para Hossegor, onde ficamos 4 noites. Depois, fomos para San Sebastian por mais 4 noites, dormimos 1 noite em Bilbão e, no final da viagem, ficamos 2 noites em Biarritz. O voo da Air France é muito bom por conta da conexão rápida.

TPO – Mala de rodinha ou mochilão?

DD – Eu levei uma mala grande porque eram 11 dias e tinha que levar as coisas de surf e também tínhamos carro, o que facilita a locomoção das malas.

TPO – O que não dá pra perder?

DD – Em Hossegor, as praias são inesquecíveis e a praça da cidade tem um “mercadinho” delicioso para passear, comer e beber. Em San Sebastian, o centro velho é maravilhoso, o Cristo é bem bacana e passear pela orla é imperdível. Em Bilbão, nós fomos no Guggenheim e adoramos. Depois, tomamos um drink no hotel na frente do museu, que tem uma vista linda. Já em Biarritz, eu adorei a imagem de Maria, que fica num penhasco. A orla é lindíssima, com mil tons de azuis, e o centro é delicioso para se perder e ir conhecendo cada pedacinho da cidade.

Museo Guggenheim, em Bilbão.

 

 

TPO – Onde e o que comer?

DD – Comida é o ponto alto da viagem! Qualquer lugar que vende tapas é maravilhoso mas, vai aí a lista dos nossos favoritos:

  • Asador Etxerbarri, próximo a Bilbão, é o 4º melhor do mundo;
  • La Cuchara de San Telmo, em San Sebastian, é maravilhoso e tem preço bom;
  • Sirimiri Academy Atari, também com ótimo preço e muito bom;
  • A Fuego Negro, muito gostoso e preço justo, em San Sebastian;
  • Bar Nestor, também em San Sebastian, vale muito a pena;
  • Elkano, em Zarautz, é 1 estrela Michellin e tem um peixe super famoso. Amamos!

 

TPO – Onde se hospedou?

DD – Em Hossegor, ficamos no Aux Sources, um hotel meio pousada, com custo beneficio ótimo: quarto grande, todo novinho, banheiro muito bom, ar condicionado e um café delicioso. Em San Sebastian, nos hospedamos no Punta Monpás, um hotel simples mas, bem localizado, com estacionamento na frente e uma vista linda. Em Bilbão, foi apenas uma noite no Cosmov, então, mal curtimos o hotel, mas ele era super novo, estava tudo impecável. Em Biarritz, a gente pegou um resort e nos arrependemos um pouco em relação ao o hotel porque era muito grande e a faixa etária dos hóspedes eram de 65 anos. kkkk

TPO – Fatos engraçados

DD – A viagem em si foi maravilhosa. Não tivemos muitos fatos engraçados mas, sim, bem gostosos e inesquecíveis. Momentos felizes e de muita descontração. Todo lugar que você senta para comer acaba sendo descontraído e acabávamos conhecendo pessoas novas, bebendo mil drinks por dia e rindo à toa da vida.

TPO – Cereja do Bolo

DD – Eu diria que a coisa que mais me marcou nessa viagem foram as paisagens. Cada lugar é mais bonito do que o outro. Me sentia num filme de antigamente, principalmente em Biarritz. Aquelas imagens dos surfistas e das praias, que são clássicas, eu vi ao vivo e a cores. As praias são indescritíveis, a cultura e as mini cidades ao redor são fantásticas. Esse lugar te dá paz, paz de sair e esquecer tudo que te ao seu redor!

E você, Tá Por Onde? Escreva pra gente e compartilhe as dicas imperdíveis e aprendizados das experiências pelo mundo!

Tags:
Newsletter Inscreva-se na newsletter e receba gratuitamente todas as novidades do blog!

• Faça um comentário deste assunto •

Posts Relacionados