Pin TPO Santiago do Chile por Marina Gransoti

24 setembro, 2019
Autor: Redação

Hoje recebemos Marina Gransoti, a estudante de medicina veterinária, nos contando tudo sobre a sua trip para o Chile. Aos 29 anos, Marina escolheu Santiago, a capital chilena, para passar 7 dias e aproveitar as belezas do inverno dessa região.

Fique com a gente, e saiba como foi essa experiência incrível.

 

TPO – O que te inspira e te move na busca de novos destinos e viagens? 

MARINA: Sair da rotina, conhecer novas culturas, apreciar o que esse mundão tem a oferecer.

TPO – Qual foi o melhor conselho que já recebeu sobre “viagens”?

MARINA: Planejamento em relação a quanto vai gastar, quais destinos vai seguir e até o clima local no período da viagem.

TPO – Depois de já ter conhecido e desbravado alguns destinos, o que ainda te assusta? 

MARINA: Ter o idioma local me ajudaria melhor a me virar.

 

TPO – O que não pode faltar nessa mala? 

MARINA: Entra no planejamento que descrevi acima, ver o clima do local é importante para não passar apertado.

TPO – Como você chegou lá?

MARINA: Fui e voltei de avião, cheguei até o local de hospedagem com taxi, em Santiago andei a pé, e para os locais distantes a van da agência de turismo buscava e deixava em casa.


Seguros Promo

 

TPO – Mala de rodinha ou mochilão? 

MARINA: Eu levei os dois, para o dia a dia eu ia com a mochila e para a viagem de avião a mala é mais confortável.

 

 

TPO – O que não dá pra perder?

MARINA: Sem dúvidas é o Valle Nevado para quem gosta de aventuras radicais.

TPO – Onde e o que comer? 

MARINA: O Chile é caro para comer em restaurantes, então preparei comida em casa, levava lanchinhos para os passeios, mas comi o prato típico local que é a chorrillana e o cachorro quente, aí depende de qual região está, procurar um bom restaurante e bom apetite.

TPO – Onde se hospedou? 

MARINA: Me hospedei na casa de uma amiga.

TPO – Em qual época do ano você escolheu ir para esse destino?

MARINA: Fui na época de alta temporada de neve, em julho.

 

 

TPO – Fatos engraçados:

MARINA: No Chile existem umas cafeterias onde só entram homens, e as garçonetes trabalham seminuas. Minha amiga que mora lá disse que é como um local para que os homens possam relaxar depois de um dia de trabalho, ela ainda comentou que o Chile é um país muito machista.

TPO – Cereja do Bolo: 

MARINA: O caminho para chegar até o Cajon del Maipo é de arrepiar, parece cena de filme.

 

Galeria de fotos de Marina no Chile

 

  1. No Cerro San Cristóbal tem como tirar foto com uma lhama;
  2. Cajon del Maipo;
  3. Vinícola Concha y Toro, essa foto é o local em que o “Diabo” está preso vigiando os vinhos, nas paredes têm os vinhos que são apreciados apenas pelos donos da vinícola em momentos especiais, imagina se os vinhos são bons?!
  4. Local em que os vinhos são armazenados antes de serem engarrafados, os barris são diferentes para cada tipo de uva, o tempo de armazenamento e temperatura também são controlados para se obter o melhor vinho;
  5. Valle Nevado, acima tem um hotel de luxo para quem está afim de aproveitar o Valle de perto, já que a estrada para chegar até lá é longa e um pouco perigosa em época de neve;
  6. Valle Nevado com as amigas que conheci lá;
  7. Bar localizado no Valle Nevado;
  8. Valle Nevado;
  9. Cachorro quente local, conhecido como Perro Caliente, com guacamole ao invés de purê de batata;
  10. Troca de Guarda no Palácio de la Moneda, acontece duas vezes ao dia, desde 1851 e se tornou atração turística por ser tão encantador e patriota;
  11. Free Tour é um passeio que acontece todos os dias, onde um guia (em espanhol e inglês) leva as pessoas para conhecer alguns pontos históricos de Santiago, o passeio acontece a pé e não tem custo. Dando início em frente a matriz e termina na casa de Pablo Neruda, que fica próximo ao Cerro San Cristóbal;
  12. Vista de Santiago pelo Cerro Santa Lucia;
  13. Valle Nevado tem a opção de esqui e snowboard;
  14. Troca de Guarda;
  15. Chorrillana;
  16. Farellones, fica 500 metros de altitude abaixo do Valle Nevado, é um local adequado para brincar na neve e praticar esportes não tão radicais como no Valle;
  17. Fonicular, que fica localizado no Cerro San Cristóbal, que dá acesso ao topo do Cerro, e ao zoológico que fica na metade do caminho.
  18. Caminho percorrido a pé para chegar ao Cajon del Maipo;
  19. Os moradores locais e guias turísticos, alimentam com ração de cão/gato as raposas na montanha que dá acesso ao Farellones/Valle Nevado, pois com a neve, a demanda de alimentos é baixa, e elas passam fome.
  20. Tirolesa é uma das atrações que as empresas turísticas oferecem;
  21. Vinhos, Pisco e Tequila que trouxe do Chile, o limite é de 4 garrafas por pessoa.;
  22. Cordilheiras do Andes na volta para o Brasil.

Obrigada Marina, por compartilhar os detalhes da sua viagem e dicas incríveis. E para quem está planejando uma viagem até lá, não deixe de entrar nos post do Tá Por Onde sobre o Chile.

Tags: ,
Newsletter Inscreva-se na newsletter e receba gratuitamente todas as novidades do blog!

• Faça um comentário deste assunto •

Posts Relacionados