Pin TPO El Calafate na Patagônia, por Marcel Marciano!

3 setembro, 2018
Autor: Redação

Marcel Marciano, 30 anos e gerente de segurança, decidiu sair um pouco da sua rotina de Buenos Aires, – cidade onde ele vive -, para desbravar as belezas naturais da Patagônia. El Calafate foi o destino escolhido por ele, e nós, tivemos a honra de receber todos os detalhes dessa super viagem, aqui no Tá Por Onde.

Não perca, pois está incrível!

 

TPO – O que te inspira e te move na busca de novos destinos e viagens?

MARCEL: O que me move em viajar para diferentes países, é poder conhecer diferentes culturas, lugares, paisagens, comidas, modos de vida e sistemas sociais.
A possibilidade de conhecer uma nova realidade de vida me encanta! Às vezes acontece de eu não entender como pessoas podem viver daquela forma, comendo aquele tipo de comida, mas olho ao redor, e percebo que é apenas uma questão de cultura e hábitos. Isso é muito legal!!!

 

TPO – Qual foi o melhor conselho que já recebeu sobre “viagens”?

MARCEL: “Não dá pra dormir em dólar” rsrsrs. Essa frase escutava da minha mãe quando eu era pequeno e a gente viajava para os Estados Unidos. Pra mim era muito difícil acordar, pois sempre fui de dormir tarde demais e acordar tarde também!
Obviamente, hoje a moeda varia em cada país, e às vezes vale menos do que o real, massss, a ideia de não perder o dia em um lugar aonde eu estou pra conhecer o máximo possível, essa ideia eu sempre lembro! rsrsrsrsrs.

 

TPO – Depois de já ter conhecido e desbravado alguns destinos, o que ainda te assusta? 

MARCEL: Ainda me assusta países com realidades tristes, em questões sociais, de saúde e higiene. Não importa o quanto você já tenha visto a miséria de perto. Miséria e sujeira, sempre me assustam demais!

 

TÁ POR ONDE

 

TPO – Playlist da Trip:

MARCEL: Vou ficar devendo, adoro o silencio e conversar comigo mesmo. Música nas minhas viagens são sempre as da moda, que tocam por todos os lados e por tanto não tem como ouvir e não se lembrar de alguns lugares.

 

TPO – O que não pode faltar nessa mala?

MARCEL: Roupas térmicas, luvas, cachecol e se possível uma boa bota impermeável e antiderrapante, elas são fundamentais para que seu passeio seja lindo e confortável.

 

TPO – Como você chegou lá?

MARCEL: Não teve muito segredo, na verdade saí de Buenos Aires, onde vivo hoje, e peguei um voo direto da Aerolineas Argentinas, para El Calafate.

 

TPO – Mala de rodinha ou mochilão?

MARCEL: A cidade é basicamente de neve, porém do aeroporto até o hotel, a única forma de ir é de carro, então, para esse destino, isso não afeta tanto.

 

TÁ POR ONDE

 

TPO – O que não dá pra perder?

MARCEL: “Perito Moreno” um glacial gigantesco, não é o maior do mundo, mas mesmo assim é muito grande e belíssimo! Ele é um bloco de gelo enorme, que avança 2 metros por dia, e que ao mesmo tempo perde 2 metros por dia, o que faz dele um glacial estável!!

Além disso, acho que vale muito a pena falar de passeios que são realizados na cidade, no Parque Nacional, onde há muitos pássaros diferentes. E depois seguir beirando o lago argentino, em um passeio divertidíssimo com excelentes companhias, pois sozinho você jamais fica nessa cidade!!! Vale também falar sobre a quantidade de cachorros de todos os tamanhos que vivem soltos pela cidade, e adoram achar um turista para caminhar e brincar. Isso vale de dica para pessoas que tem medo de cachorro, se sim, não vá a pé, pois são muitos mesmo!!!

 

TPO – Onde e o que comer?

MARCEL: Recomendo e SUPER indico os dois restaurantes que eu tive o prazer de comer. O primeiro é o La Tablita, onde pude jantar uma parrilla deliciosa de cordeiro patagônico, – um prato típico acompanhado de um vinho delicioso -. E o segundo é o Rústico Parrilla, onde você pode comer risotos deliciosos com carnes maravilhosas. Além disso, não posso deixar de falar do pãozinho caseiro que servem antes, SÉRIO!!!! SURREAL!

 

TPO – Onde se hospedou?

MARCEL: O hotel foi indicação de um conhecido de Buenos Aires, mas para ser sincero, não foi o melhor hotel do mundo. O quarto era ótimo, mas o hotel em si não tinha nada de especial, e nada a oferecer. O que não significa muita coisa, pois eu pessoalmente uso o hotel para dormir e só!!!

 

TÁ POR ONDE

 

TPO – Em qual época do ano você escolheu ir para esse destino?

MARCEL: Não escolhi, aconteceu. Na verdade fui totalmente fora de temporada, pois por incrível que pareça, esse não é um destino procurado no inverno. As pessoas preferem Bariloche, que só tem neve uma vez por ano. Já em calafate, o glacial está sempre lá, e a alta temporada é no verão.

 

TPO – Fatos engraçados

MARCEL: Sério, é divertido demais ir com pessoas destrambelhadas, rsrsrs. Fui com uma amiga, que caiu umas 50 vezes nas ruas, rsrsrsrs. Há muito gelo, não neve, gelo mesmo nas ruas, e isso torna um pouco perigoso caminhar quando não está com calçados adequados. Mas essa amiga era extremamente divertida e a cada vez que caia, ela mesma começava a gargalhar, e isso foi demaisss!!!

 

TPO – Cereja do Bolo:

MARCEL: A cereja do bolo foi patinar no maior lago patinável do mundo. Nunca havia feito isso, pois quando estive no Canadá, morei em cidades que não haviam lagos patináveis. Foi gostoso demais, porque além de tudo, a paisagem é linda!!!!

 

 

Amamos essa trip!!! E para saber mais detalhes e dicas sobre esse lugar incrível, nosso conselho é entrar no nosso post sobre a Patagônia, e se deslumbrar nesse paraíso.

Newsletter Inscreva-se na newsletter e receba gratuitamente todas as novidades do blog!

• Faça um comentário deste assunto •

Posts Relacionados