Pin TPO Anne Capaccia e suas dicas de Cartagena e San Andrés!

17 setembro, 2018
Autor: Redação

Aos 27 anos, Anne Capaccia, estudante de medicina, tirou 7 dias de suas férias para aproveitar o melhor da Colômbia. Com praias paradisíacas e uma gastronomia de primeira, Cartagena e San Andrés foram os dois destinos escolhidos para aproveitar da melhor maneira o verão colombiano.

Por aqui, Anne nos contou todos os detalhes dessas férias, a ainda passou dicas essenciais para quem estiver planejando uma viagem até lá. Vem conferir!!!

 

 

TPO – O que te inspira e te move na busca de novos destinos e viagens?

ANNE: Minha maior paixão sempre foi viajar (e comer, rs)! Conhecer o mundo, sentir aquele prazer inexplicável de ver uma paisagem linda pela primeira vez, viver culturas diferentes, me deliciar na culinária local…Não só olhar fotografias, mas fazer parte delas! Viajar, para mim, é experiência extremamente enriquecedora, abre nossa mente e faz bem ao coração!

 

TPO – Qual foi o melhor conselho que já recebeu sobre “viagens”?

ANNE: São tantas rs! “Mantenha a mente aberta”; “Não esqueça o seguro viagem, jamais!”; “Invista numa boa câmera”; “Se for para um lugar frio, compre luvas que você não precise tirar para mexer no celular!”

 

TPO – Depois de já ter conhecido e desbravado alguns destinos, o que ainda te assusta?

ANNE: Sempre tenho medo que minha mala seja extraviada ou haja algum transtorno do tipo! Viajar é aquele momento que a gente espera, às vezes, o ano todo, eu sou do tipo que planeja, replaneja e ajusta mais um pouco os planos, para evitar perrengues, mas certas coisas não estão sob nosso controle, então rola um medinho (muito virginiana, rs).

 

TÁ POR ONDE

 

TPO – Playlist da Trip:

ANNE: Nessa viagem teve muuuito reggaeton em cada canto que íamos! Agora não consigo ouvir, sem lembrar da Colômbia! As músicas que mais me lembram são:

  • – Duele el corazón – Enrique Iglesias;
  • – Corazón – Maluma;
  • – Mi gente – J Balvin;
  • – Ginza – J Balvin feat. Anitta;
  • – Fuego – Alok;

 

TPO – O que não pode faltar nessa mala?

ANNE: Um livrinho pra ler no avião, uma boa câmera, roupas coloridas (as fotos ficam mais bonitas), sapatos confortáveis, protetor solar e um mini secador de cabelo para dar uma ajeitadinha, rs!

 

 

TPO – Como você chegou lá?

ANNE: Pegamos o avião para Cartagena (pela Copa Airlines), no Aeroporto Galeão no Rio de Janeiro, onde moramos. O voo fez escala no Panamá e depois seguiu para Cartagena. Ficamos por lá 4 dias, e depois pegamos o voo para San Andrés (apenas 1h30 de distância, pela Avianca) onde passamos 3 dias (mas aconselho muito ficar no mínimo 4 dias). Na volta pegamos o avião no aeroporto de San Andrés para o Rio de Janeiro, fazendo escala também no Panamá.

 

TPO – Mala de rodinha ou mochilão?

ANNE: Para essa viagem, sugiro que levem o que lhes deixar mais confortável! Vocês não precisarão ficar andando pela cidade com sua mala ou mochila.

 

TÁ POR ONDE

 

TPO: O que não dá pra perder?

ANNE: Cartagena: se perder nas ruazinhas estreitas e de casas coloridas, cheias de flores, passeio de barco até o Oceanario e até a Playa Blanca, passeio de Chiva pela cidade, ver o pôr-do-sol no Café Del Mar. Já à noite, não deixem de provar o ceviche da La Cevicheria, dançar uma salsa no Café Havana e tomar um mojito no Alquimico!

San Andrés: o passeio imperdível é a volta na ilha com o carrinho de golfe, parando em West View, La Piscinita, Hoyo Soplador e Rocky Cay. Passeio pelo Acuario para ver os peixes e arraias, passar uma tarde deliciosa em Johnny Cay e parasail para ver o mar de 7 cores do alto!

 

TPO – Onde e o que comer?

ANNE: O forte da Colômbia são os frutos do mar! O prato que você mais vai encontrar em qualquer lugar do país é o famoso arroz de coco (levemente adocicado). Além do pescado e patacones (uma massinha de banana achatada) e os ceviches que são simplesmente maravilhosos! Em Cartagena, sugerimos um almoço no restaurante San Valentin e um jantar no La Vitrola para comer alguma comida típica. E em San Andrés, vale uma visita no melhor restaurante da ilha, o La Regatta (é imperdível, quase um evento da viagem)!

 

TPO – Onde se hospedou?

ANNE: Em Cartagena, nos hospedamos no hotel Balcones de Alhelí, localizado bem no coração da cidade amuralhada! Os quartos são enormes, muito limpos, com varandinhas lindas e floridas e staff atencioso! É um ambiente bem familiar, apesar de ter uma boate bem do lado, com música alta (único ponto negativo do hotel). O ponto alto do hotel é o café da manhã delicioso servido no terraço!

Em San Andrés, nos hospedamos no hotel Casablanca! Um dos mais novos e modernos da ilha, localizado no centrinho, bem de frente para o calçadão principal e para o mar super azul! Os quartos também são grandes, limpos e modernos, a piscina com bar e jacuzzi é maravilhosa! E o café da manhã com vista para o mar (e champanhe), simplesmente espetacular! Amamos!

 

TÁ POR ONDE

 

TPO – Em qual época do ano você escolheu ir para esse destino?

ANNE: Fomos em dezembro. Em Cartagena pegamos um sol de rachar a cuca, já em San Andrés pegamos tempo bem instável! Como ventava muito, o tempo mudava o tempo todo! Acordávamos de manhã com chuva, e quando acabávamos de tomar café abria um solzão! A época com menor probabilidade de chuva por lá, vai de Janeiro a Maio! Mas dezembro, foi quando achamos passagens mais baratas e além disso, coincidiu com minhas férias.

 

TPO – Fatos engraçados:

ANNE: Um das histórias engraçadas que aconteceu comigo em San Andrés foi durante o passeio no Acuario. A ilhota estava abarrotada de pessoas de todas as nacionalidades, falando todas as línguas possíveis, e o máximo que eu falo é inglês e “portunhol”. Estava lá no bar, quando chegou uma mulher e tentou perguntar em espanhol onde eu havia comprado meu maiô. Mas como eu não saberia explicar em espanhol, perguntei: Do you speak english? E ela fez com mão “mais ou menos”, então tentei explicar em espanhol mesmo, mas realmente eu mando muito mal, rs! “Yo comprei este traje de baño em una loja em Rio de Janeiro, usted conoces Rio?” Ela fez que sim com a cabeça. Então me embolei mais ainda para tentar explicar onde ficava a loja, gastei ali todo o meu portunhol. E no final ela agradeceu “gracias” e foi contar para o marido. Foi o momento que ouvi: “Ela disse que comprou lá em Copacabana perto de onde mamãe mora”.

 

TPO – Cereja do Bolo:

ANNE: O momento que mais inesquecível da viagem foi pular de trampolim direto no mar incrivelmente azul de San Andrés (em West View). Ali foi um momento que senti uma liberdade imensa e ao mesmo tempo, parecia que estava realizando um sonho que eu nem sabia que eu tinha! Senti um friozinho na barriga com uma mistura de medo (é alto), com euforia, com querer viver momentos como aquele muitas e muitas vezes mais na minha vida!

 

E se você já esteve em um desses destinos, escreva pra gente também, iremos amar receber as suas dicas!!!

Tags:
Newsletter Inscreva-se na newsletter e receba gratuitamente todas as novidades do blog!

• Faça um comentário deste assunto •

Posts Relacionados