Pin TPO Vai para Honolulu, no Havaí? Não deixe de conhecer Pearl Harbor!

27 junho, 2019
Autor: Redação

Se tem coisas que gostamos de compartilhar e desvendar, são destinos que carregam uma grande bagagem histórica. Afinal, nada melhor do que conhecer um lugar e descobrir de perto o que já aconteceu por ali há muitos anos. Hoje falaremos sobre Pearl Harbor, no Havaí. Vem com a gente e conheça a incrível história desse lugar.

Pearl Harbor, está localizado no Havaí, a poucos quilômetros de Honolulu – a capital -, próximo do centro do Oceano Pacífico, a aproximadamente 3 mil quilômetros do continente americano e cerca de 6 mil quilômetros do Japão. Viemos falar sobre esse lugar tão único, pois para muitos, ir ao Havaí e não visitar Pearl Harbor, é praticamente uma viagem incompleta, já que o local abriga relíquias da Segunda Grande Guerra, com muitos museus, atividades e exposições para explorar.

Vamos relembrar essa história?

Foi no dia 7 de dezembro de 1941, em um domingo, um pouco antes das 8h da manhã,  quando centenas de aviões japoneses invadiram a base da frota do Pacífico da Marinha dos Estados Unidos, com um bombardeio que durou 2 horas, destruindo aproximadamente 20 navios da marinha americana, 8 navios de guerra e mais de 300 aviões. Foram mais de 2.400 mortos, incluindo civis, e aproximadamente mil pessoas feridas. Além dos 1.177 corpos que ficaram no fundo do mar, após a explosão e o naufrágio do USS Arizona – um encouraçado da Marinha dos Estados Unidos, da classe Pennsylvania -. Porém, a invasão ainda não foi o suficiente para enfraquecer o país, já que os porta-aviões e algumas instalações terrestres mais importantes da base, estavam em depósitos, oficinas de reparação e docas submarinas, e portanto ficaram intactas.

Mas foi suficiente para o presidente Franklin D. Roosevelt, na manhã seguinte ao ataque, declarar guerra ao Japão, alegando que essa data viverá na infâmia para sempre. Três dias depois dessa declaração, Japão se alia com a Alemanha e Itália, também declarando guerra aos Estados Unidos. E como resposta, o Congresso americano retribui, declarando guerra às potências européias. Então, com mais de 2 anos após o início da Segunda Guerra Mundial, os Americanos entraram em conflito, fazendo parte oficialmente da segunda grande guerra.

Agora que você lembrou um pouco dessa história, vamos saber o que podemos conhecer em Pearl Harbor.

O que ver em Pearl Harbor:

O local ainda opera como base naval dos EUA, já que foi reconhecida como distrito histórico nacional, em 29 de janeiro de 1964. Não é permitido entrar nas áreas de trabalho, porém, os turistas visitam os marcos e memoriais que foram erguidos e que contam muita história até hoje.

Ao chegar em Pearl Harbor, você vai se deparar com o Pearl Harbor Visitor Center off Kamehameha Highway, uma espécie de centro turístico. Por aqui você terá uma ideia do que fazer, e quais passeios te agradam mais.

#DicaTPO: Compre um passe de sete dias que inclui a entrada para as três atrações pagas. Os ingressos são vendidos online no site de Pearl Harbor, no balcão principal ou em cada atração.

Valor da Segunda Guerra Mundial no Monumento Nacional do Pacífico: Este monumento do Serviço Nacional de Parques (NPS) narra a história do ataque de Pearl Harbor e homenageia os soldados mortos em combate. Ele é totalmente acessível a cadeirantes e a sua entrada principal também leva aos outros parques e museus de Pearl Harbor. Os jardins do monumento são também um ancoradouro para o USS Arizona Memorial. Se você der sorte, um dos poucos remanescentes, que tem mais de 95 anos e veterano de Pearl Harbor que trabalha como voluntário, pode estar na entrada dando autógrafos, tirando fotos e respondendo a perguntas.

USS Arizona Memorial: Um dos locais mais significativos da Segunda Guerra Mundial dos EUA, este monumento homenageia o ataque a Pearl Harbor, um santuário no meio do mar acessado por barco. O local foi construído onde o USS Arizona naufragou, e foi construído em um formato que representa para eles “a derrota inicial, a vitória final e a eterna serenidade do país”. Dentro do lugar há três câmaras que foram usadas como uma espécie de santuário em paredes de mármore, onde foram gravados os nomes dos tripulantes mortos durante o ataque. Em outra seção, há janelas que permitem que os visitantes vejam os restos do navio, que até hoje despeja cerca de um litro de óleo por dia no oceano. O tour dura em torno de 75 minutos, com um documentário de 23 minutos sobre o ataque. Você pode reservar o passeio online através do site Recreation até 60 dias antes da sua visita.

Museu da Aviação do Pacífico: Este é um museu de aeronaves militares da Segunda Guerra Mundial em conflitos dos Estados Unidos com a Coréia e Vietnã. O primeiro hangar de aeronaves foi equipado com exposições sobre o ataque de Pearl Harbor, o ataque de Doolittle no Japão continental em 1942 e a importante Batalha de Midway, quando as marés da Segunda Guerra Mundial no Pacífico se voltaram a favor dos Aliados.

Submarino USS Bowfin: Este submarino, apelidado de “The Pearl Harbor Avenger”, foi lançado em 7 de dezembro de 1942, um ano depois da data dos ataques japoneses. O Bowfin afundou 44 navios inimigos durante o curso de suas nove patrulhas de guerra. Um ingresso para visitar o submarino pode ser comprado no Centro de Visitantes e tem o valor em torno de US$12. Seu ingresso te dá direito ao submarino e um guia completo com um tour de áudio.

Lembrando: Como Pearl Harbor serve apenas como a base naval dos Estados Unidos, você precisará apenas de um dia para conhecer tudo. Portanto, as nossas dicas de viagem serão para Honolulu, onde provavelmente você está hospedado.

Vida Noturna em Honolulu:

  • Observe os fogos de artifício a oeste da praia de Waikiki, que acontece todas as sextas-feiras, durante 10 minutos às 19h45;
  • Visite o Planetário do Museu do Bispo, que conta com uma variedade de shows nas noites de sextas e sábados;
  • Vá até ao Centro Pearlridge para as compras noturnas. O centro está aberto até às 21h00 de segunda à sábado (e às 18:00 aos domingos);
  • Faça a viagem de Pearl Harbor até o Diamond Head State Monument, onde você terá uma vista deslumbrante do pôr do sol;
  • Em uma terça, quinta ou sábado à noite, desfrute de uma cerimônia de iluminação da tocha ao pôr do sol e show de hula no Kuhio Beach Park. É bem perto da praia e o melhor de tudo, é grátis;
  • Vá ao Turtle Beach (Laniakea Beach) e observe como as tartarugas marinhas fazem o seu caminho pelas praias durante o pôr do sol. Vale lembrar que elas são protegidas, por isso não é permitido tocá-las;
  • Se você está apenas entre adultos, vá a um bar local para tomar uns drinks;
  • Se tiver com crianças, existem alguns restaurantes fantásticos para famílias nas proximidades, onde você pode experimentar uma deliciosa cozinha local;
  • Observar Pearl Harbor durante a noite, em um voo de helicóptero.

Opções de bares e baladas em Honolulu:

Onde comer em Honolulu:

Hotéis em Honolulu:

Hostels em Honolulu:

Como chegar em Honolulu:

Não é uma tarefa muito simples chegar na capital do Havaí. Além de ter pelo menos uma escala, para quem sai do Brasil, para chegar de São Paulo até os Estados Unidos são cerca de 9 horas de voo, chegando lá é preciso pegar outro avião com aproximadamente 9 horas também até o destino final. Delta, American Airlines e United são alguns exemplos de companhias que fazem o trecho EUA-Havaí diretamente.

Nada como entender da história ao vivo e a cores, em lugares reais, não é?! Então já sabem, se for até o Havaí, não deixe de conhecer Pear Harbor.

Tags:
Newsletter Inscreva-se na newsletter e receba gratuitamente todas as novidades do blog!

• Faça um comentário deste assunto •

Posts Relacionados