Pin TPO Conheça o Parque da Independência em São Paulo

13 junho, 2019
Autor: Redação

Todo mundo já sabe que a cidade de São Paulo é grandiosa, e oferece atrações turísticas para todos os gostos e idades. O que muitos acabam esquecendo, é que a capital também foi cenário de grande parte da história do nosso país, como por exemplo, ser o palco do comunicado de D. Pedro I, anunciando que o Brasil estava se tornando independente, lá em 1822. Então bora relembrar essa história e saber mais sobre o Parque da Independência? Fique com a gente, que vamos te contar tudo!

Antes de mais nada, queremos dizer que além de ser um lugar histórico, esse com certeza é um dos parques mais bonitos de São Paulo. Por lá, além de adquirir muito conhecimento, podemos desfrutar da natureza, de um espaço para lazer, praticar esportes e aproveitar o belíssimo jardim no estilo francês que o parque oferece.

O Parque da Independência está localizado no bairro do Ipiranga, na zona sudeste de São Paulo. E com uma área de 160 mil metros quadrados, podemos encontrar além de monumentos históricos, um lugar recreativo, com pessoas andando de skate, bicicleta, patins, patinete, famílias curtindo a natureza e aproveitando para relaxar, amigos fazendo um piquenique, um pessoal praticando esportes e crianças brincando. O lugar também possui espaço para eventos, pista de cooper, aparelhos de ginástica, jardins, playground, sanitários e chafariz com fonte e cascata.

Mas vamos entender um pouco da história desse lugar?

Foi no alto da Colina do Ipiranga, ao longo do Riacho do Ipiranga, que D. Pedro I, no ano de 1822, deu o grito da independência do Brasil. Na época, essa região pertencia ao imperador, que após a Constituição de 1891, passou a ser sob domínio do governo estadual, o que deu ainda mais valor simbólico e histórico ao local. Mas foi com o intuito de criar um espaço de memória nacional e patriotismo, que em 1989 o Parque da Independência foi inaugurado, abrigando o Museu do Ipiranga, o Monumento à Independência, a Cripta Imperial e a Casa do Grito, que estão no jardim projetado em estilo francês, juntamente com outros edifícios, incluindo o Museu de Zoologia da USP.

Museu do Ipiranga: Também chamado de Museu Paulista da Universidade de São Paulo, ou apenas Museu Paulista, esse é o museu público mais antigo da cidade, inaugurado em 7 de setembro de 1895 como Museu de História Natural. O prédio que é tombado pelas três esferas do patrimônio histórico, é um grande símbolo da independência, e está vinculado à USP desde 1963, já que além de contar com um acervo rico, com obras de arte, móveis e objetos históricos da época, também funciona como uma instituição científica, com programas educativos, cursos e pesquisas. Infelizmente o museu está fechado desde o ano de 2013, por motivos estruturais, porém tem previsão de reabertura em 2022.

Monumento à Independência: Construído em 1922 como comemoração do centenário da Independência, pelo italiano Ettore Ximenez, o Monumento à Independência, que também é conhecido com Monumento do Ipiranga ou Altar da Pátria, é um conjunto de esculturas de bronze e granito. Um fato interessante, é que sua inauguração aconteceu com as obras ainda incompletas, já que elas só foram ser finalizadas mesmo em 1926. Sob o monumento, foi instalada a Cripta Imperial.

Cripta Imperial: Construída no ano de 1952, a cripta denominada como Capela, foi construída em baixo do Monumento à Independência, para abrigar os restos mortais da família do Imperador. Em 1954, como comemoração do Quarto Centenário de São Paulo, os restos mortais de D. Leopoldina de Habsburgo foram transferidos do Convento de Santo Antonio, no Rio de Janeiro. Em 1972, para a comemoração dos 150 anos da Independência, o governo brasileiro trouxe do Panteão dos Braganças em Lisboa, à cripta, os restos de Dom Pedro I, exceto o seu coração, que ficou na Igreja da Lapa, na cidade de Porto em Portugal. E em 1982, também transladada de Lisboa (do mesmo lugar que o Imperador), os restos mortais de D. Amélia de Leuchtenberg, a segunda esposa de D. Pedro, foram inseridos na cripta. Atualmente, o conjunto é tombado nas três esferas do poder executivo.

Casa do Grito: A casa que foi construída originalmente em pau-a-pique, é a mesma que está na famosa tela “Independência ou Morte” do pintor Pedro Américo. Ela está nas proximidades do antigo Caminho do Mar e do riacho Ipiranga, foi tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, e abriga diversas exposições com temas sobre a cidade de São Paulo. Ela foi desapropriada em 1936, mas foi só em 1955 que começou a passar por algumas reformas para ficar parecida com a casa pintada no quadro.

Fauna e Flora do Parque da Independência:

Já foram registradas 94 espécies, dentre elas, 73 espécies de aves, como por exemplo papagaios, periquitos, maracanãs, pica-paus, pica-pau-de-cabeça-amarela, gavião-carijó, gavião-miúdo e falcão-de-coleira, 14 espécies de borboletas e 4 mamíferos, como a preguiça-de-três-dedos, saguis-de-tufo-branco e de-tufo-preto e o gambá-de-orelha-preta.

Já em sua fauna, encontramos topiárias de buxo, figueira-lacerdinha e azaléia, canteiros de rosas, palmeiras e ciprestes nos jardins franceses e espécies nativas como pau-ferro, sapucaia, cedro-rosa, araribá, fiqueira-mata-pau, pinheiro-do-paraná, embiruçu, jatobá, canela, canela-branca e marinheiro no bosque que fica ao fundo do Museu. E espécies como eucalipto, jacarandá-mimoso, sibipiruna, falsa-seringueira, paineira, palmeiras, araribá e jaqueira, nos bosques heterogêneos, nas laterais do parque.

Como chegar?

O endereço do Parque é: Av. Nazath, s/nº – Ipiranga. E para chegar até lá, podemos ir tanto de carro, moto ou bicicleta, contando com estacionamento próximo. Quanto via transporte público, indo de metrô até a estação Alto do Ipiranga, Linha 2 – Verde, ou através de Ônibus elétrico – 4113-10 – Praça da República / Gentil de Moura.

O funcionamento do parque é das 5h às 20h, todos os dias. Para mais informações, o telefone para contato é 5511 2273-7250.

A nossa cidade tem uma infinidade de coisas incríveis, então se você quer turistar de acordo pela capital, sugerimos conferir os posts:

Tags:
Newsletter Inscreva-se na newsletter e receba gratuitamente todas as novidades do blog!

• Faça um comentário deste assunto •

Posts Relacionados