Pin TPO Conheça de perto o panda vermelho em uma excursão pelo Nepal

2 julho, 2019
Autor: Redação

Você já ouviu falar do Panda Vermelho? Uma espécie rara de mamífero que mais parece um gato ou uma raposa, do que o famoso urso panda que nós conhecemos. Por aqui iremos contar tudo sobre essa espécie linda e simpática, que infelizmente está na lista de animais que correm o risco de extinção, e falaremos sobre alguma excursões incríveis no Nepal, para poder observá-los de perto.

Continue com a gente e conheça melhor o Red Panda!

O Panda Vermelho é um um pequeno e simpático mamífero, que possui uma cauda longa e peluda, e pelos vermelhos por todo o corpo. Mas você deve estar se perguntando a razão do seu nome, já que ele não tem nada a ver fisicamente com o panda que nós conhecemos.

Na verdade, os pandas vermelhos surgiram em 1825, mais ou menos 48 anos antes do panda preto e branco ser catalogado. O panda que nós conhecemos melhor ganhou esse nome por algumas características em comum ao red panda, como por exemplo: um osso do pulso modificado que age como um polegar, ajudando-os a agarrar o bambu durante a alimentação, além do próprio alimento, é claro!

Mas voltando ao nosso Red Panda, como falamos ali em cima, eles mais se parecem com um gato comum, do que com o urso. Eles medem entre 51 a 66 centímetros de comprimento, sem contar com a cauda longa que chega a medir entre 25 a 51 centímetros, o que ajuda a manter o equilíbrio quando sobem nas árvores, e pesam cerca de 4 a 9 kgs.

Essa espécie possui a cabeça arredonda, focinho pequeno e orelhas grandes e pontiagudas. Embora seu corpo seja avermelhado, o seu rosto tem algumas manchas brancas. Suas garras são afiadas e longas, que também contribuem para a subida nas árvores, – lugar ideal para eles tomarem um banho de sol ou fugirem dos seus predadores -.

Os pandas vermelhos vivem nas florestas do leste do Nepal, um dos lugares com a maior biodiversidade do mundo, além da região central da China, no norte do Mianmar, em florestas temperadas e de alta altitude e em florestas tropicais.

Mas uma coisa essencial sobre seu habitat, é que ele deve possuir um bosque de bambu viável, já que essa é cerca de 85% a 95% da dieta do panda vermelho, onde se alimentam de brotos e pontas de folhas. Mas além disso, essa espécie também gosta de saborear raízes em geral, gramas, frutas caídas do pé e de vez em quando ovos, insetos, pássaros e pequenos mamíferos.

Os pandas vermelhos são ativos tanto de dia quanto a noite, mas são seres solitários, com machos que marcam território, liberando um forte odor da glândula, vindo da base da sua cauda. Ah, eles usam esse truque também para se protegerem.

Os pandas também passam a maior parte do tempo em cima de árvores, comendo e dormindo, sem terem a necessidade de pisarem no chão. A gestação das fêmeas acontece durante a primavera e o verão, em um período de 114 a 145 dias. Para terem seus filhotes, as mães constroem tocas em tocos de árvores, árvores ocas ou fendas de rochas, e podem ter de um a quatro bebês, embora o comum ser elas terem gêmeos. Elas amamentam até aproximadamente entre a 13ª e a 22ª semana de idade. Seus filhotes os acompanham mais ou menos por 90 dias, e atingem a maturidade entre 18 a 20 meses. O panda vermelho chega a viver de 8 a 10 anos na natureza, e até 15 anos em zoológicos.

Infelizmente, a espécie está na lista de animais em extinção, onde a sua maior ameaça é a destruição do habitat, já que eles precisam do mesmo para o seu alimento básico, que é o bambu. Nos últimos anos, pelo fato da região tornar-se mais habitada, levou à mais destruição das florestas. Porém, felizmente, isso também gerou mais projetos de conservação e crescimento do turismo sustentável.

Atualmente existem diversos programas turísticos que oferecem a experiência de observar os red pandas, como em trekking, trabalhos voluntários e em zoológico por exemplo. Lembrando que o passeio para poder ver a espécie é recente, já que eles são animais tímidos e esquivos, precisando de tempo e paciência para encontrá-los.

Colocamos por aqui as opções mais legais de excursões no Nepal, para você deixar essa viagem ainda mais especial. Veja só:

Tours para ver o panda vermelho no Nepal:

Responsible Travel: Essa empresa oferece uma excursão de observação da vida selvagem em dez dias, contando também com voos panorâmicos pelos Himalaias, caminhadas, três dias acompanhando os pandas vermelhos, conhecer plantações de chás ao redor de Ilam e se hospedar em acomodações rurais no meio das montanhas.

Vale lembrar que não é garantido que um panda vermelho apareça, os avistamentos aumentam à medida em que os guias locais ficam cada vez especializados em saber onde procurar.

E sabe qual é o melhor desse projeto? Enquanto os turistas vivem essa experiência única, algumas taxas contribuem para a sobrevivência e pesquisa contínua dos pandas vermelhos no seu habitat natural.

O valor para os 10 dias de passeio é por volta de US $ 3.041, incluindo apenas os vôos domésticos. Além disso, apenas maiores de 16 anos podem realizar o programa.

Para saber mais informações, acesse o site da Responsible Travel.

Red Panda Network: Por aqui a experiência acontece entre 8 a 9 dias, em um grupo de até 8 participantes. O programa começa no Kathmandu, e então há passeios pelas florestas do Himalaia, interação com as comunidades locais, tour para explorar uma das áreas com a maior biodiversidade do mundo, conhecer os tão esperados pandas vermelhos de perto, visitar as casas de chá, e ainda saberá como é feito todo o trabalho de conservação do RPN, que ajudou a iniciar práticas sustentáveis ​​para os nepaleses locais e impediu efetivamente a caça furtiva da espécie e a destruição de seu habitat.

O valor é de US $ 2.350 por pessoa e inclui acomodações, refeições, guias especializados, transportes durante a experiência, licenças e taxas de estacionamento e gorjetas nos locais.

Além disso, a RNP oferece mais duas experiências, como a Eco Zoo Trips que foi feita  para funcionários do zoológico e voluntários e o Himalaia Phototrips, uma oportunidade única para desenvolver habilidades fotográficas nessa região incrível.

Para saber tudo sobre o programa entre no site do Red Panda Network.

Adote um panda:

Na Red Panda Network, você também consegue adotar simbolicamente um panda. Essa adoção, que é feita em dinheiro, vai diretamente para a conservação do panda vermelho além de muitas outras espécies únicas e ameaçadas que vivem no Nepal, como o leopardo-nebuloso e o urso-negro do Himalaia.

Para cada adoção de US $ 50 ou mais, você receberá (via e-mail):

  • Certificado oficial de adoção;
  • Informações sobre o seu panda adotado;
  • Voucher Ecotrip (10% de desconto);
  • Você também será um membro do Red Panda Network.

Red Panda trek: Em uma aventura de 13 dias, a empresa Five 14 Nepal faz um tour inesquecível para quem quer observar um das espécies mais raras do Nepal de perto e ainda dar um belo toque de aventura.

Veja só como é montado esse roteiro: Chegando ao Aeroporto Internacional de Katmandu você será recebido por um dos funcionários da Five14. Eles te levarão em um jipe ​​para um bed & breakfast. O gerente do local irá recebê-lo, mostrar-lhe o seu quarto e compartilhar uma breve orientação do passeio. E então é só descansar pelo resto do dia. Na manhã seguinte, solicite um café da manhã, e em seguida, encontre o guia no horário e local combinado, para uma breve preparação para o trekking, onde será falado sobre os costumes locais, a história da área da aldeia e apresentar a rota do trekking mapeada. O resto do dia será reservado para um tour no Katmandu, onde você vai conhecer de perto sobre a cultura, religião e questões sociais que o povo do Nepal está enfrentando. A partir do terceiro dia até o décimo primeiro, acontece o trekking completo, sendo 91 km totais de caminhada, 17 paradas em 3 regiões do Nepal, incluindo os acampamentos no meio das montanhas. Então, no décimo segundo dia acontece a volta para o hotel, um descanso com um belo café da manhã e um feedback sobre toda a sua experiência. E como a cereja do bolo, o resto do dia livre para participar de uma aventura de mountain bike, bungee jumping ou compras para lembranças e presentes. E para finalizar, depois de 13 dias, um motorista da empresa levará você até o Aeroporto Internacional de Katmandu para você voltar ao seu destino ou continuar viagem.

O que não está incluso: Voos para o Nepal, visto (pode ser obtido na chegada para a maioria dos países), seguro viagem, despesas pessoais, bebidas alcoólicas, refeições não especificadas e aventuras adicionais em Kathmandu.

O valor dessa experiência é de US $ 2.520 por pessoa. Para mais detalhes, acesse o site do Five 14 Nepal.

Níveis de dificuldade:

Como os passeios são predominantemente localizados em altitudes de 9.800 pés a13.000 pés, é exigido um bom nível de condicionamento físico ou, pelo menos, experiência em caminhadas em colinas. Porém, vale lembrar que o trekking é feito no ritmo de cada participante, sendo as caminhadas mais longas em torno de uma hora e a maioria geralmente em menos de uma hora.

O que levar:

  • Binóculos ou luneta;
  • Roupas leves;
  • Roupas quentes (jaquetas impermeáveis, calças, meias, luvas, chapéus, cachecóis, lã, roupas térmicas, coletes e etc);
  • Botas de caminhada confortáveis ​​e impermeáveis, com suporte para o tornozelo;
  • Cartões de memória para sua câmera;
  • Carregador portátil;
  • Protetor solar;
  • Óculos de sol;
  • Snacks e doces fáceis.

Melhor época para observar o Panda Vermelho:

As melhores épocas em que os pandas vermelhos são relativamente fáceis de serem observados na natureza são os meses da primavera que acontece de meados de março a meados de maio, e no outono entre outubro a novembro. O panda vermelho é muito intolerante ao calor e não consegue lidar muito bem com temperaturas mais altas do que 25ºC. Isto significa que durante o verão quente eles são muito difíceis de serem vistos, pois permanecem escondidos durante o dia em cavidades de árvores e no solo, nas sombras de bambus. Já durante a monção, a chuva torrencial faz com que a movimentação pelas colinas cobertas de florestas seja perigosa para os viajantes, além de as aparições também serem mais baixas, já que os pandas vermelhos passam mais tempo na vegetação densa.

E aí, animou pra mais uma aventura? Conta pra gente o que achou!!!

Tags: , ,
Newsletter Inscreva-se na newsletter e receba gratuitamente todas as novidades do blog!

• Faça um comentário deste assunto •

Posts Relacionados