Chapada das Mesas um incrível destino de ecoturismo no Brasil

20 novembro, 2018
Autor: Redação

Quando o assunto é natureza e biodiversidade, o Brasil é um verdadeiro prato cheio, principalmente para os amantes do ecoturismo. Todos os estados do nosso país têm um presente diferente para nos oferecer, e nada mais justo do que explorarmos e incentivarmos cada vez mais o turismo nesses lugares especiais. Hoje, o nosso destino é a Chapada das Mesas, no Maranhão.

Por aqui você vai encontrar todas as dicas para programar uma viagem até lá! Ah, não esquece de compartilhar com seus amigos, pois essa é uma aventura perfeita para se fazer em grupo.

O Parque Nacional da Chapada das Mesas, criado em 2005, portanto um dos mais novos parques nacionais do Brasil, está localizado nos municípios de Carolina, Riachão, Estreito e Imperatriz, que ficam no centro-sul do estado do Maranhão, com divisa no Tocantins, uma região que mistura 3 biomas diferentes: o Cerrado, a Caatinga e a Amazônia, preservando então uma imensa biodiversidade de fauna e flora.

Considerado um santuário ecológico e apelidado como o paraíso das águas, o parque conta com mais de 160 mil hectares, oferecendo uma riqueza natural muito grande, como florestas de buritizais, relevo de chapadas vermelhas, sertões, 89 cachoeiras, 400 nascentes, piscinas naturais de água cristalina, cânions, cavernas e claro suas incríveis formações rochosas com formatos de mesas, que possuem mais de 60 milhões de anos, dando origem ao nome do local.

Vale lembrar que esse destino não está perto dos Lençóis Maranhenses, e sim mais próximo do Jalapão, (mesmo sendo uma viagem de 8 horas de carro), onde muita gente opta por conhecer os dois destinos em uma só viagem, chamando a experiência de “Jalapada”.

Principais atrações da Chapa das Mesas:

Cachoeira São Romão: Localizada a 70 km de Carolina, essa cachoeira faz parte do Rio Farinha. Além de curtir a piscina e a queda d’água, por lá é possível também fazer uma trilha e se deparar com uma gruta que está atras da cortina de água da cachoeira.

Portal da Chapada: Aqui é o principal cartão portal da Chapada das Mesas. Para chegar até o portal é preciso subir um alto paredão, composto por uma fenda aberta, feito há milhares de anos pela ação natural dos ventos e chuvas. Por lá, podemos observar a paisagem deslumbrante para as “mesas”

Poço Azul: Essa é o principal ponto turístico da cidade de Riachão, que está a 130 km de Carolina, e uma das atrações mais cobiçadas da chapada. Por lá podemos aproveitar suas águas cristalinas que se despejam em um poço de 5 metros de profundidade.

Morro do Chapéu: Parada obrigatória para quem curte escaladas e trekkings, já que o Morro do Chapéu é outro belíssimo cartão postal da região, contando com 376 metros de altura e oferecendo uma visão panorâmica do parque.

Cachoeira Santa Bárbara: Também localizada no município de Riachão, a cachoeira que conta com 76 metros de altura, é formada pelo Rio Cocal, e ganhou esse nome devido à uma curiosa formação rochosa situada bem no meio da queda d’água.

Poço Encanto Azul: Outro poço incrível para conhecer é esse, suas águas puras e cristalinas vêm de uma nascente, formando uma piscina natural deliciosa e refrescante. O Encanto Azul está localizado apenas alguns quilômetros do Poço Azul.

Outra atrações da Chapada das Mesas:

  • Cachoeira do Itapecuru;
  • Santuário Pedra Caída;
  • Cachoeiras da Prata;
  • Complexo Pedra Caída;
  • Refúgio Ecológico Serra Torre da Lua;
  • Pôr do sol no rio Tocantins;
  • Cachoeira São Romão;
  • Cachoeira do Dodó;
  • Cachoeira da Mansinha;
  • Cachoeira da Caverna;
  • Cachoeira do Capelão;
  • Torre da Lua;
  • Praias do Rio Tocantins;
  • Cachoeira do Garrote;
  • Cachoeira da Porteira.

A presença de um guia durante os passeios não é obrigatória, porém nós recomendamos a contratação de uma agência especializada, pois muitos caminhos podem ser longos e difíceis de serem percorridos, além disso, esses serviços também oferecem veículos 4×4, sendo muito importante para rodar em diversas estradas.

O que levar na mala:

  • Sandália estilo papete;
  • Tênis para trekking;
  • Roupas leves;
  • Roupas de banho;
  • Toalha;
  • Boné ou chapéu;
  • Óculos escuros
  • Máquina fotográfica;
  • Repelente;
  • Protetor solar.

Quando ir?

No caso da Chapadas das Mesas, tudo dependerá dos passeios que cada viajante quer realizar. Quanto as temperaturas, o calor prevalece durante o ano todo na região, variando entre 25ºC a 35ºC, o quesito avaliado serão as chuvas. Entenda melhor:

Período de chuvas:

No meses de dezembro a abril é o período mais chuvoso, que além de apresentar temperaturas mais amenas, é nessa época que as cachoeiras, rio, lagos, poços e nascentes estão com maiores volumes de água, e por isso ficam muito mais atrativos e fotografáveis.

Período de seca:

Já no meses de seca, que vai de maio a setembro, as temperaturas estão mais elevadas, e mesmo algumas cachoeiras não estando em seu nível alto de volume d’água, as suas águas ficam mais cristalinas nesse período, principalmente nos poços. Além disso, essa é a época ideal para praticar trekking, caminhadas e mountain bike, devido às condições das estradas.

Como chegar?

A cidade base para conhecer o Parque Nacional da Chapada das Mesas é Carolina, sendo o ponto de partida para a maioria dos passeios. A pequena e pacata cidade é simples, porém teve papel importante na história, já que é considerada pelos colonizadores, uma localização privilegiada por estar às margens do Rio Tocantins, onde buscavam índios para explorarem. E até hoje Carolina conta com vestígios dessa época, com construções históricas em suas ruas e praças, e claro, com um lindo cenário ao fundo para as montanhas e formações rochosas.

A melhor maneira de chegar em Carolina é através do aeroporto de Imperatriz, que fica a 200 km de distância, o de São Luís está a 833 km e o de Palmas no Tocantins está a 500 km de distância. Mesmo a cidade contando com um pequeno aeroporto, os voos até lá são muito limitados e reduzidos. Outra opção é via terrestre, de carro ou de ônibus pela BR-010.

Onde se hospedar em Carolina:

Restaurantes:

A maioria dos restaurantes recomendados ficam no centro de Carolina, como por exemplo: a Pizzaria do Tio Pepe, onde é servido pizzas, massas e grelhados e considerado o point da cidade. O Espaço Gourmet, que é uma ótima opção para curtir a noite, que conta com um amplo cardápio que vão desde massas a sushis, e músicas ao vivo alguns dias específicos. E o Panela Velha, que oferece pratos de comidas caseira.

É importante saber…

  • As práticas esportivas dentro do parque só podem ser realizadas com o acompanhamento de guias de agências especializadas;
  • O sinal de celular é muito escasso, por isso recomendamos escolher uma hospedagem que possua WI-FI;
  • Os únicos bancos em Carolina são os: Banco do Brasil, Bradesco e o Banco da Amazônia, portanto vá preparado.
  • Se você optar por fazer a “Jalapada”, não deixe de conferir as nossas dicas essenciais do Jalapão.

Mais um lugar sensacional para colocarmos na lista!

 

Newsletter Inscreva-se na newsletter e receba gratuitamente todas as novidades do blog!

• Faça um comentário deste assunto •

Posts Relacionados