As maravilhas do Egito e dicas essenciais por Karine Akopian

9 julho, 2018
Autor: Redação

Karine Akopian, fez uma super viagem para o Egito, onde a ideia principal era ir ao casamento de sua prima, mas aproveitou para visitar uma parte de sua família e curtir ao máximo as maravilhas que o país tem a oferecer. No Tá Por Onde? de hoje, você verá de perto a experiência incrível de 10 dias, que a publicitária de 29 anos fez pelo Cairo, Luxor e Aswan.

Entre aqui e divirta-se!!!

 

TPO – O que te inspira e te move na busca de novos destinos e viagens?

KARINE: O que mais me inspira é aquele frio na barriga antes de pegar o avião, sabendo que não vou voltar igual daquela viagem, que vou conhecer pessoas, culturas, comidas, paisagens, experiências e mil outras coisas nunca vividas antes. Dizem que viajar é a única forma de gastar dinheiro e ficar ainda mais rico, não poderia concordar mais

TPO – Qual foi o melhor conselho que já recebeu sobre “viagens”?

KARINE: Faça a viagem como um local, não como um turista. Esse foi o melhor conselho que eu já recebi e também dei para os meus amigos. Quando você vai com o mindset de uma pessoa que mora no destino em que você está conhecendo, você passa a respeitar e entender mais os detalhes daquela cultura, que muitas vezes é completamente diferente da sua.

TPO – Depois de já ter conhecido e desbravado alguns destinos, o que ainda te assusta?

KARINE: Eu seeeempre tenho meu passaporte comigo, caso precise ir embora ou apresentar para alguém, também vou computando meus gastos em um aplicativo chamado Moni, assim consigo controlar os gastos ao longo da viagem e não tenho surpresas quando volto.

 

 

TÁ POR ONDE

 

TPO – Playlist da Trip

KARINE: Essa foi uma viagem muito agitada, ficamos indo de templo em templo, então  tive poucos momentos de parar e ouvir música, mas se fosse escolher uma seria a On my on do Kyle Lionheart, conheci esse cantor pouco antes de ir e estava ouvindo sempre a playlist dele no Spotify.

TPO – O que não pode faltar nessa mala?

KARINE: Como vc vai andar muuuuito, leve um tênis bem confortável e lenços, para se cobrir. Essencial ter um lenço ou pashmina no Egito, para se cobrir do sol ou de olhares na rua.

 

 

TPO – Como você chegou lá?

KARINE: Saímos de São Paulo – GRU com destino ao Cairo – Egito. Não existe vôo direto para lá, então fizemos uma escala em Roma – aeroporto Fiurmincino. No Cairo andamos muito de carro, não se anda pelas ruas sozinho ou com guia, sempre de carro. Para o Cruzeiro que fizemos pelo Nilo, pegamos um voo de Cairo para Luxor, que durou em torno de 1h e um carro até o porto. Descemos de navio pelo Nilo de Luxor até Aswan. Para visitar o templo Abu Simbel, pegamos um carro e fizemos a viagem de 3h para ir e 3h para voltar.

 

TPO – Mala de rodinha ou mochilão?

KARINE: Mala de rodinha, o país tem estrutura e você não precisa ficar carregando a mala pesada.

 

 

TÁ POR ONDE

 

TPO – O que não dá pra perder!

KARINE: Com certeza as pirâmides de Gizé, um lugar impressionante pelo tamanho das pirâmides. O Cruzeiro pelo Nilo, experiência incrível e uma das melhores da minha vida. Ver o sol se ponto nesse Rio tão importante e antigo foi realmente life changing. Por último, mas não menos importante o tempo de Abu Simbel, que fica quase na fronteira com o Sudão. Esse templo teve que ser movido em 1960 para a construção da barragem de Aswan, foi feito com a ajuda da UNESCO para manter os ângulos e detalhes preservação. Nele os hieróglifos estão coloridos ainda, lindo de ver.

TPO – Onde e o que comer?

KARINE: Fomos em restaurantes típicos, com a comida árabe mais tradicional possível 🙂

Destaque para 2 comidas:

  • Jalleb – suco de Romã com amêndoas;
  • Ghazal Beirut – tipo um sorvete de misk com uma crosta crocante;
  • Fizemos um jantar no Nilo, em um barco chamado Nile Pharaohs, com direito a show de dança do ventre.

 

TPO – Onde se hospedou?

KARINE: Fiquei em 2 hotéis no Egito: o primeiro chama Fairmont Towers, próximo do aeroporto e da casa dos meus familiares. Tudo nele era impecável! O atendimento, quartos, restaurantes, piscina… super indico! O segundo hotel que fiquei, foi o mesmo em que aconteceu o casamento da minha prima, chamado The Westing Cairo. É um resort, com estrutura para família, mas um pouco afastado do centro da cidade.

Não aconselho a ficar perto das pirâmides, é afastado também.

Durante o Cruzeiro ficamos em um barco chamado Nile Premium, mas existem vários que atendem dentro do mesmo padrão.

 

 

TÁ POR ONDE

 

Dicas do Egito por KarineTPO – Em qual época do ano você escolheu ir para esse destino? 

KARINE: Decidimos ir próximo da época do casamento, assim poderíamos visitar a família, conhecer o destino e também participar da festa. Fomos entre outubro e novembro, durante o inverno deles, que é o nosso outono. Foi ótimo porque não passamos mal de calor, o que acontece constantemente para quem visita o Egito no verão.

TPO – Fatos engraçados

KARINE: Tradicional do Egito, tentaram me comprar por camelos hahaha foi bem engraçado. Faz parte da cultura deles oferecer camelos para comprar as mulheres.

 

TPO – Cereja do Bolo:

KARINE: O que mais me impressionou foi a grandiosidade dos templos, o tamanho das estátuas, os hieróglifos de mais de 3 mil anos, como você se sente pequeno perto de tudo isso. Também me impressionou a pobreza e sujeira, existe um lado triste do Egito que é a desigualdade social, isso toca quando você anda pelas ruas (de carro) e vê de perto. Houveram momentos em que eu me emocionei de verdade, como quando as crianças passavam felizes saindo da escola, em uma rua tão suja e cheia de carros e cavalos. É um país lindo, com muita história e também muitos desafios a serem superados.

Com essa viagem e dicas incríveis dá até vontade de fazer as malas hoje mesmo!!! Vamos?!

Newsletter Inscreva-se na newsletter e receba gratuitamente todas as novidades do blog!

• Comentário no Blog deste assunto é aqui •

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

• Faça um Comentário no Facebook deste assunto •

Posts Relacionados