Atol das Rocas – A importante reserva biológica do Brasil

1 novembro, 2017
Autor: Redação

Como adoramos mostrar destinos brasileiros imperdíveis, principalmente os que ainda não são tão explorados ou conhecidos, decidimos falar sobre o Atol das Rocas, um arquipélago paradisíaco, composto por algas e corais, situado no Rio Grande do Norte.

Viemos contar tudo sobre esse incrível lugar por aqui, confira!

Formado por duas ilhas, a Ilha do Cemitério e a Ilha do Farol, o Atol das Rocas, situado a um pouco mais de 260 km de Natal, e 158 km de Fernando de Noronha, é uma das mais importantes Reservas Biológicas do Brasil, sendo também desde 1979 a primeira unidade de conservação marinha do país, virando a partir desse ano terminantemente proibida a pesca predatória no local, o que era muito comum. E em 2001 o atol foi classificado como Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

O único atol do oceano atlântico, sua importância para o meio ambiente é fundamental, por ser uma área de produtividade biológica, abrigo e reprodução de inúmeras espécies de animais, como milhares de aves, tartarugas, algas, polvos, tubarões, lagostas, moluscos, crustáceos, espojas, caranguejos e corais.

E sendo o oposto da fauna, a flora na região é muito pobre, contendo apenas algas, arbustos e alguns coqueiros que foram plantados por faroleiros, quando a região ainda podia ser habitada.

Mas o que é um atol?

Atol, é quando uma ilha de corais se acumulam em uma superfície submersa feitas por bancos de areia ou também por formações vulcânicas. Tendo como característica, um formato oval. Ao passar do tempo, quando esses corais vão se juntando, outros tipos de vegetações começam a aparecer, o que atrai também animais de diferentes espécies. Trata-se de uma ilha não rochosa no meio do oceano.

O Atol das Rocas é o menor que existe, com 7,2 km² de superfície e 3,2 km de diâmetro e o único no Oceano Atlântico.

Por ser uma reserva biológica, não é permitida a visitação da área, sem uma autorização do IBAMA, o órgão responsável pela preservação da Ilha.

Como visitar o Atol das Rocas?

Infelizmente não é qualquer um que pode visitar esse paraíso. Para conhecer o Atol, é preciso ser um pesquisador vinculado à alguma instituição ou universidade, enviar uma documentação com os objetivos da pesquisa e como ela será realizada e só assim, depois de uma análise, ela pode ser aprovada ou não, e então a pessoa entrará em uma fila de espera. O motivo por ser tão rigoroso, nem precisamos falar, né?! O lugar é considerado um santuário ambiental, e por isso, depende muito da preservação.

Vale também lembrar, que o Atol não possui eletricidade, nem água doce, apenas um estoque para cozinhar e beber, portanto não é um lugar habitado, apenas habitável por moradores temporários que exercem atividades para preservar a área, estudar a biodiversidade, reproduzir espécies e cuidar dos animais.

Redondezas do Atol:

As redondezas do Atol das Rocas não deixam a desejar também. As praias próximas também são preservadas e por esse motivo são praticamente desertas. Sem contar que são paradisíacas e oferecem ótimas estruturas para receber turistas.

Duas ótimas opções são as praias da Barra de Tabatinga e a Ponta Negra, as duas localizadas em Natal.

Veja só essa opções de hospedagem que sugerimos:

Barra de Tabatinga – Praia Bonita Resort & Conventions 

Ponta Negra – Manary Praia Hotel

TÁ POR ONDE

Comprar

Kit de Mergulho Mormaii - Centauro

R$179,99

Comprar

Nadadeira Mormaii - Centauro

R$139,99

Comprar

Bermuda Água de Coco - Shop2gether

R$399,00

Comprar

Câmera Xtrax - Centauro

R$549,99

Comprar

Toalha Buddemeyer - Centauro

R$19,99

Projetos no Atol das Rocas:

São mais de 120 projetos realizados na área, sendo 50 atualmente licenciados. Entre eles estão pesquisas sobre diferentes espécies de aves marinhas, tartarugas, tubarões, moreias, algas e entre outras espécies. São projetos que além de proteger esses animais, contribuem com a sua preservação.

Uma curiosidade do lugar, é que os pesquisadores da região não afetam em nada na vida da natureza e seus instintos, um exemplo disso, são quando as tartarugas estão nascendo e seus predadores como tubarões e caranguejos se alimentam delas. Logo, as pessoas que presenciam a cena, não podem impedir, para não afetar o ciclo natural.

Projetos do Atol das Rocas

É incrível como o Brasil é rico em biodiversidade, e nos oferece um tesouro enorme de reservas biológicas, não é?! O nosso país tem muito a oferecer e por isso devemos valorizá-lo e preservá-lo sempre.

TÁ POR ONDE

Comprar

Maiô Água de Coco - Shop2gether

R$699,00

Comprar

Óculos de natação Speedo - Centauro

R$29,90

Comprar

Bolsa de palha Serpui - Shop2gether

R$1.215,00

Comprar

Pós Sol Australia Gold - Beauty Box

R$40,72

Comprar

Binoculo Nautika - Extra

R$295,90

 

SalvarSalvar

SalvarSalvar

Newsletter Inscreva-se na newsletter e receba gratuitamente todas as novidades do blog!

• Comentário no Blog deste assunto é aqui •

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

• Faça um Comentário no Facebook deste assunto •

Posts Relacionados