As paisagens únicas do Parque Nacional de Aparados da Serra

22 janeiro, 2018
Autor: Redação

Já perceberam que temos uma sorte enorme de podermos desfrutar todos os tipos de beleza natural bem pertinho de nós? O Brasil é muito rico em biodiversidade, e nada mais justo do que explorarmos ele por completo, não é?! São praias paradisíacas, cachoeiras lindas, lugares históricos e vistas deslumbrantes para desfrutarmos. E hoje viemos falar sobre o Parque Nacional de Aparados da Serra.

Já ouviu falar? Vem com a gente, que mostraremos tudo sobre esse lugar incrível!

O Parque Nacional de Aparados da Serra, está na fronteira entre os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, funciona como uma unidade de conservação brasileira, em uma área de 13.141,05 hectares, que fazem fronteira também com o Parque Nacional da Serra Geral, e juntos formam uma área de 30.443,01 hectares.

O parque é perfeito para quem busca contato direto com a natureza, afinal de contas são mais de 60 cânions para observar, além de cachoeiras, rios, trilhas e vistas que tiram o fôlego de qualquer um.

Principais atrativos do Parque Nacional de Aparados da Serra:

Cânion Itaimbezinho: Esse é o atrativo mais procurado de Aparados, e nem precisamos falar o motivo, né?! Sua vista é algo deslumbrante, pois são 720 metros de altura no ponto mais alto do cânion e 5.700 metros de extensão, que é todo coberto por Mata Atlântica em sua parte de baixo e Mata Araucária na parte superior. Para chegar até lá, há 3 trilhas diferentes, 2 que vão pelas bordas dos cânions e a outra que faz a parte de baixo, subindo o Rio do Boi, atravessando o vale. Nossa dica é reservar dois dias para o Itaimbezinho, um para conhecer a parte superior e o outro para a parte de dentro do vale.

Cânion Itaimbezinho no Parque Nacional de Aparados da Serra

Cascata das Andorinhas e o Véu da Noiva: Essa é uma parada obrigatória para quem visita o parque, são duas quedas em fendas enormes, no cânion de Itaimbezinho com o Rio do Bom em baixo. A Cascata das Andorinhas conta com 300 metros de altura e é formada pelo Arroio Perdizes, já o Véu da Noiva, possui 500 metros de queda d’água e é formada pelo Arroio Preá. São duas opções de trilhas para chegar: A do cotovelo, com 6 km ida e volta pela borda do cânion, ou a do Vértice, com 1,4 km ida e volta.

Cachoeira da Onça: Acessada por uma trilha incrível também no meio da Mata Atlântica, passando por tobogãs naturais e riachos com piscinas, a cachoeira da Onça, conta com uma queda livre de 35 metros, com águas cristalinas. Os mais corajosos também se aventuram praticando rapel na queda e no paredão.

Cânion Fortaleza: Esse cânion também é muito procurado pelos turistas, porém ele está localizado ao lado,1 no Parque Nacional da Serra Geral. São 900 metros de altura e 7,5 quilômetros de extensão, que oferecem uma das sensações mais incríveis para todos que chegam até o topo. Para chegar até lá, também são 3 opções de trilhas: a do Mirantes, a da Cachoeira do Tigre Preto e a da Pedra do Segredo.

Cachoeira do Borges: Com uma queda de 70 metros de altura, a cachoeira do Borges é uma delicia e tem fácil acesso. Localizada no município de Mampituba, para chegar até lá, basta fazer uma trilha de 500 metros, em uma mata nativa nunca tocada.

TÁ POR ONDE

Comprar

Garrafa de água - Netshoes

Comprar

Top nadador MEMO - Shop2gether

R$79,90

Comprar

Calça legging MEMO - Shop2gether

R$98,90

Comprar

Bastão para caminhada - Walmart

R$62,75

Comprar

Tênis Mizuno - Netshoes

R$296,91

Passeios o Parque Nacional de Aparados:

Além das paisagens naturais, há alguns passeios bem legais para se fazer dentro do parque, são eles:

  • Trekking;
  • Mountain bike;
  • Expedições com carros 4×4;
  • Cavalgada;
  • Recreação em contato com a natureza;
  • Locais próprios para piqueniques.

Como chegar no Parque Nacional de Aparados?

As cidades mais próximas da entrada do parque são Praia Grande, em Santa Catarina, que está a aproximadamente 294 km de Florianópolis e Cambará do Sul, no Rio Grande do Sul, que fica a 190 km de Porto Alegre, ambas as capitais possuem aeroportos com vôos diretos das principais cidades do Brasil. Chegando lá, você tem a opção de alugar um carro ou também pegar ônibus para essas cidades do parque.

Ingressos:

O ingresso tem o valor de R$ 17,00 por pessoa, porém, brasileiros tem 50% de desconto. Crianças menores de 12 anos e idosos maiores de 60 não pagam. O parque é aberto para visitação de terça a domingo, com entrada permitida até às 14h e permanência até às 18h.

Vale lembrar que dentro do parque não há estrutura, como restaurantes e lanchonetes, há apenas a sede do ICMbio, com uma recepção para informações e banheiros.

Melhor época para ir ao Parque:

Apesar das temperaturas muito baixas, é no inverno a época mais recomendada para visitar a região, se o intuito for só apreciar as paisagens. Isso por que, as chances de chuva e nevoeiro são menores, além disso, no verão a visibilidade do cânions pode ser menor, devido ao fenômeno da viração, que acontece nessa época.

Porém, quem quer aproveitar as piscinas naturais e as cachoeiras, as épocas mais quentes mesmo são de janeiro a março.

Onde se hospedar?

Como Cambará do Sul é a cidade mais próxima do parque, separamos algumas opções de hospedagem pro lá:

E para quem se apaixonou pelo visual como nós, não pode deixar de dar uma olhada em nosso post sobre os cânions mais incríveis do Brasil.

TÁ POR ONDE

Comprar

Camiseta Under Armour - Shop2gether

R$65,90

Comprar

Bermuda Adidas - Shop2gether

R$216,90

Comprar

Tênis Diadora Mission - Netshoes

R$94,90

Comprar

Barraca para 6 pessoas - Walmart

R$704,35

Comprar

Colchão inflável - Walmart

R$85,94

SalvarSalvarSalvarSalvar

Newsletter Inscreva-se na newsletter e receba gratuitamente todas as novidades do blog!

• Comentário no Blog deste assunto é aqui •

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

• Faça um Comentário no Facebook deste assunto •

Posts Relacionados