Os cafés mais caros do mundo, saiba com eles são feitos!

13 outubro, 2017
Autor: Redação

Você é amante de café, como nós?! Aqui no TPO não pode faltar nunca, e a nossa paixão é tanta, que viemos contar por aqui, a maneira curiosa de como são produzidos os cafés mais caros do mundo, para você entender melhor o motivo desses preços que chegam a quase U$ 2.000 o quilo, e a valorização que eles têm tanto para o mercado quanto para os apreciadores nato do café.

Dê uma olhada!

Havaiana Kona Café 

O café produzido na região de Kona, no Havaí, é considerado um dos melhores do mundo. O seu sabor é duradouro e aveludado, com um toque especial de frutas, o que faz ser um dos mais cobiçados.

Além de seu sabor e a sua raridade, o café tem um preço alto, devido ao tempo que leva do plantio até a comercialização. São pelo menos 3 anos até o produto ser finalizado. Começando pelas flores que mesmo aparecendo várias vezes durante o ano, o produtor deve colher manualmente o campo até 8 vezes.

Cada fruto vermelho, contém dois grãos de cafés, e como são revestidos por uma película fina, eles são processados, para removê-la. Após serem processados, eles são lavados, secados e então começa o processo de torrefação, o que dá o aroma e o sabor ao café.

Para a torrefação ser perfeita, são necessários equipamentos de boa qualidade, habilidade dos produtores, umidade do ar ideal, qualidade dos grãos, condições climáticas e peso por exemplo.

O seu valor no site da Amazon Americana está por U$30,00 um pacote de menos de meio quilo.

Monkey Coffee

Um dos cafés mais caros e raros do mundo é o Monkey Coffe. Ele é produzido em Taiwan, na China, e como o nome já diz, parte do processo dele é feito por macacos.

Os macacos por instinto natural, consomem os grãos de café mais doces e maduros que crescem em algumas fazendas da região. Os melhores grãos são mastigados pelos animais, e depois de alguns minutos são cuspidos no chão.

Então, os produtores de café colhem as sementes mastigadas, enxugam, lavam, processam e levam ao sol para a secagem acontecer naturalmente.

Como essa colheita é rara e com uma qualidade imensamente grande, o quilo do Monkey Coffee está aproximadamente R$ 700,00.

Kopi Luwak

O café mais caro e raro do mundo, o Kopi Luwak, que é originário de Bali na Indonésia e produzido através das fezes de um mamífero chamado civeta.

O animal, que não existe no Brasil, ingere apenas os frutos mais doces, avermelhados e maduros, que são considerados os de melhor qualidade. Ao engolir os frutos, o organismo do animal libera enzimas e ácidos, esse frutos são digeridos, e o grãos são excretados junto com as fezes. Resultando em um café pouco amargo, nada ácido e com algumas notas de frutas vermelhas.

Além de sua maneira bem peculiar de ser produzida, e o seu sabor inenarrável, essa produção de grãos é muito limitada, com menos de 500 quilos por ano. E por isso, o seu preço é alto, de aproximadamente U$ 1.600 o quilo.

Vale lembrar, que para não haver engano e adquirir um café falso, os originais e autênticos possuem certificado pela WSPA , Rainforest Alliance ou UTZ Certified.

Acesse o site da Amazon Americana e compre esse inesquecível café.

TÁ POR ONDE

Comprar

Café do Centro Mogiana - Submarino

R$21,50

Comprar

Café Alarcon Gourmet - Submarino

R$36,90

Comprar

Café moído Martins - Submarino

R$21,29

Comprar

Suporte de coador de café - Submarino

R$42,99

Comprar

Xícara para café - Submarino

R$29,00

Black Ivory Coffee

Produzido no norte da Tailândia, é um dos café mais caros do mundo, devido à sua curiosa maneira de ser produzido. Ele vem através das fezes de elefantes.

Grãos de café Arábica são oferecidos aos animais, onde são digeridos dentro de 15 a 70 horas e defecados em seguida. Então eles são colhidos novamente, lavados, secados, torrados e moídos.

O sabor especial do café é influenciado pelas enzimas digestivas dos elefantes, além de outros ingredientes presentes no estômago dos bichos. Parece muito estranho, mas eles são consumidor por grandes apreciadores de cafés do mundo todo.

A diferença entre o café Copi Luwak, que também vem das fezes, porém dos mamíferos civetas, é que os elefantes são animais herbívoros, ou seja, utilizam a fermentação para a quebra da celulose.

A marca Black Ivory é a única produtora desse processo, cobrando por um valor de U$ 1.800 um pacote de um pouco mais de 1 quilo.

Jacu Bird Coffee

Como o Brasil é um dos maiores e melhores produtores de café do mundo, um deles não podia estar de fora dessa lista.

café brasileiro mais caro é o Jacu Bird, produzido no Espírito Santo. Sua produção vem também através das fezes, porém dessa vez é do pássaro Jacu, ave nativa da Mata Atlântica.

O cultivo de café autorizado pelo Ibama, é na Fazenda Camocim, que produz um café orgânico, onde os grãos de alta qualidade são selecionados naturalmente pela ave vegetariana, onde são digeridos em seu estômago, absorvendo ácidos e enzimas que diminuem a acidez do café e proporciona doçura e amargor na medida certa, e ainda com um toque de notas de jasmin.

A produção anual do café é limitada, sendo apenas 500 kg por ano. Tendo o preço médio de R$ 1.000,00 o quilo. Acesse o site do Café Shop e adquira o produto para degustá-lo. Vale a pena!

E para você apreciar um bom café, trouxemos alguns produtos que vão te ajudar:

TÁ POR ONDE

Comprar

Moedor de café Philco - Submarino

R$89,99

Comprar

Máquina de café espresso - Submarino

R$375,00

Comprar

Caneca Onde está o Wally? - Submarino

R$29,99

Comprar

Caneca térmica - Submarino

R$20,90

Comprar

Caneca Star Wars - Submarino

R$59,99

 

 

Newsletter Inscreva-se na newsletter e receba gratuitamente todas as novidades do blog!

• Comentário no Blog deste assunto é aqui •

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

• Faça um Comentário no Facebook deste assunto •

Posts Relacionados